Templo Satânico processa a cidade de Boston em uma tentativa de garantir “liberdade religiosa”

A organização religiosa sediada nos Estados Unidos, o Templo Satânico, entrou com uma ação judicial em um esforço para obrigar o Conselho Municipal de Boston (Massachusetts) a permitir que seus membros recitem uma oração durante a sessão de abertura do governo municipal junto com representantes de outras religiões,  eles tornaram conhecidos os locais mídia terça-feira.

“O Templo Satânico se sente prejudicado porque a cidade concede convites às religiões ‘preferidas’, mas se recusa a convidar o Templo Satânico devido ao seu status ‘indesejável’”, argumentam os defensores do diabo em seu processo.

Em sua ação, também pedem que um juiz federal qualifique o procedimento da sentença como inconstitucional “por ser uma violação da Cláusula de Estabelecimento, das Cláusulas de Liberdade de Expressão e de Livre Prática e da Cláusula de Igualdade de Proteção”.

Lucien Greaves, um dos cofundadores da organização, ressaltou que a decisão não deve ser considerada em um contexto de confronto entre satanistas e cristãos. “Está claramente de acordo com a definição de discriminatório que as autoridades estaduais decidam quais pontos de vista são permitidos no espaço público”, disse Greaves, além de enfatizar que o que o Templo Satânico está pedindo é que a “liberdade religiosa” seja respeitada.

Fonte: https://ultimosacontecimentos.com.br/

Categoria:Mundo