“Nós nem mesmo reconheceremos esta nação”, adverte Graham

O famoso pastor Franklin Graham advertiu contra a nova “linguagem inclusiva de gênero” na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, apontando como uma ameaça as relações humanas mais fundamentais. Graham criticou o progressismo e fez um sério alerta aos americanos.

A ideia de eliminar termos para promover uma “linguagem inclusiva” partiu dos deputados democratas Nancy Pelosi e Jim McGovern, segundo Franklin Graham “para consagrar o que eles chamam de linguagem inclusiva de gênero”. “Você pode acreditar que eles realmente propõem golpear o uso de palavras incluindo pai, mãe, filho, tia, tio e esposa?”, questionou no Twitter.

rrrrrrrrrrrr

“Essas mudanças propostas serão votadas logo após a Câmara entrar na nova sessão”, continuou o Rev. Graham . “Deus ‘os criou homem e mulher’ (Gênesis 1:27). É apenas um fato.”

Os deputados democratas pretendem, nesta legislatura, implantar regras “voltadas para o futuro”, eliminando o uso de “termos de gênero”, como “pai”, “mãe”, “filho”, “filha”, entre outros. A ideia é implantar na Câmara dos Representantes uma “linguagem neutra”.

Imbecilidade

Já na abertura dos trabalhos na Casa um deputado democrata, chamado Emanuel Cleaver decidiu inovar usando as palavras “Amen… and AWoman” (introduzindo a palavra “mulher”) no final de uma reza.

A tradicional expressão cristã “amém”, que significa “que assim seja”, foi modificada pelo deputado, como se o seu real significado fosse “um homem”, inserindo assim a palavra “uma mulher” para parecer inclusivo.

Categoria:Igreja

Deixe seu Comentário