Ativistas gays ameaçam Samuel Mariano após pregação onde critica a ideologia de gênero
13/02/2018 - 21h31 em Noticias Gospel

O Pastor Samuel Mariano, cantor e pregador evangélico denunciou um ataque que ao que parece pode ser uma represária de grupos de ativistas homosexuais que não concordam com a sua ministração onde o mesmo se referiu a um famoso artista drag queen. Desde então o mesmo vem sofrendo ameaças contar a sua familia e seu ministério.

A ministração de que se refere o Pastor Samuel Mariano teve lugar na Igreja  Missionária o Bom Samaritano Cedro, em Pernambuco. Na ocasião, o cantor disse: "Tem um cara aí que nasceu homem e virou mulher e virou cantora. Não canta nada que preste! E sinceramente, se ele fosse sobreviver de música teria fome. Existe uma força demoníaca querendo empurrar na gente que isso é o certo. O resultado disso é que ele ganhou o prêmio como melhor música e melhor cantor do ano”.

Desde então as ameaças teriam começado, através de fotos manipuladas com a intenção de denegrir a imagem de Samuel Mariano.

Samuel Mariano registrou boletim de ocorrências e seus advogados seguem conjuntamente com a Polícia para identificar os autores das ameaças

 
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!